sábado, 12 de abril de 2014

Sou brisa...


Sou fumaça evaporando
desprendendo-se em partículas
 saio assim da mente lúcida
 e parto em direção ao cosmo...
 sou poeira sou partícula
 sou fuligem evaporo-me em bolhas
 e condenso-me no ar... 
 sou aragem brisa breve
gotejando volto aqui
 e assim tal pluma leve
 que a visão não permeou
 dou-me assim chuva fininha
 sou assim asa branquinha
 e sei que ainda nada sou. 

 Marçal Filho

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário