segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Reviver...


Acordados, 
meus olhos tudo vêem. 
Ícones em passeata, a luz que inda forte,
 se apaga ficando o cacoete da voz
 alisando os lábios trêmulos
 desafiando um choro que chega.
 Persigo-me e atravesso o espelho.
 A imagem que fica é a do meu avesso
 refletindo a pele da verdade.
 Resta-me quebrá-lo..., 
dou-lhe um murro frio, cai-me o último desafio,
 volto a ser-me o de antes fantasiado de amante,
 sem nada amar que fique,
 por amor a mim mesmo... 

 Paulino Vergetti 

Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário