domingo, 23 de fevereiro de 2014

Em caminho...


O tempo passou e não parou
 Mas eu ainda continuo aqui
Como aquela que um dia chorou
 Por amar alguém, por amar a ti…
 O tempo passou, rápido, voou
 E acabei por sozinha me perder 
Num tempo que passou e não parou
 Enquanto esperava por te ter…
 O tempo, esse maldito, não parou
 Quando te sentia de novo em mim
 Num momento que um dia chegou
 E voou veloz e chegou ao fim…
 O tempo passou e não parou 
E correu mais que o vento por nós
 E o tiquetaque nem sequer cessou
 Só acelerou cada vez mais veloz…
 O tempo não para quando queremos 
Acelera, mais e mais, acelera e corre
 E por mais que nós até tentemos
 O tempo não para e sempre foge… 

Cátia Azulinha Silva

 Hoje, Ame intensamente e Seja Muito feliz. Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário