quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Sensações...


Contemplo 
como o igual dos próprios deuses
 esse homem
 que sentado à tua frente
 escuta assim de perto
 quando falas com tal doçura,
 e ris cheia de graça. 
Mal te vejo 
o coração se agita no meu peito,
 do fundo da garganta
já não sai a minha voz,
 a língua como que se parte,
 corre um tênue fogo sob a minha pele, 
os olhos deixam de enxergar,
 os meus ouvidos zumbem,
 e banho-me de suor, e tremo toda,
 e logo fico verde como as ervas,
 e pouco falta 
para que eu não morra ou enlouqueça.

 Safo

 Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário