sábado, 4 de janeiro de 2014

Pertencer...


Sabe querida...
Mesmo que eu tente
 Jamais seria possível 
Esquecer seu sabor 
Seu gosto em mim ficou
 Eternizou-se como a brisa
 Leve da manha de outono
 Onde outrora
 tudo era alegria 
Você
 ainda me pertencia
 Assim
 como as noites de amor...

 Alves 

 Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário