segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Alma e significados.


Enquanto as ondas
 Da noite cálida
 Arrebentam-se na praia 
Da madrugada
 Enluaro-me...
 Noturno retiro
 Pelo ar que respiro
 Visto o manto de neblina
 E embebedo-me
 Em pequenas doses de silêncio...
 Over dose de sigilo
 Palavras repartidas dos sentidos
 Alma fosca de significados
 Aí rebrilho-me
 Por não sentir a dor 
Daquele penhasco sem fim...
 Empacoto as fantasias
 Embrulho-me nas magias
 Domo a fera povoada
 Dos desencantos
 E aveludo a boca 
Da poesia...

 Enise 

 Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário