sábado, 21 de dezembro de 2013

Sublime amor.


Mulher de beleza instigante
 Sorriso, bondade pura 
Brilho do olhar, diamante 
Sua figura, candura
 Tanto tempo idealizada
 Fruto da imaginação
 Agora, corporificada
 Se, adona do meu coração
 Um misto de deusa e sereia
 Às vezes, pensamento a vagar,
 Escrevo com o dedo na areia 
O quanto é sublime lhe amar
 Não há tesouro nem nada
 Que possa ter mais valor
 Minha Vênus Platinada 
Do que conquistar seu amor
 É um sentimento gostoso
 Que invade todo meu ser
 Saiba que sou orgulhoso 
De você me pertencer 
 São versos singelos, eu sei
 De uma simplicidade sem par
 Apenas uma coisa direi 
Vou para sempre lhe amar

 Paulo

 Hoje,Ame intensamente e Seja Muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário