terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Resgates...


Mergulho
 no profundo dos seus olhos azuis,
 oceano, imensidão;
 sinto-me perdida entre abrolhos,
 presa fácil no mar da solidão.
 Em pânico
 retorno à superfície,
 tantos medos eu tenho a resgatar;
 recupero em meio às planícies
 a incerteza do ter ou do sonhar.
 Envolta em nuvens, sou lágrimas,
 sobrevivo, não sei como, ao despudor,
 esses olhos azuis desacatam
 o que sinto por você,
 meu grande amor. 

 Rogoldoni 

 Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário