segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Desejos da alma...


Por do sol, uma canção até um violão
Pensamentos ao longe... só dá você
Jogo de palavras, no ar uma sedução
Desejos que afloram, meu amor, cadê?
Sem que perceba acabo te encontrando
Através de sonhos loucos te trago
Delírios de fantasias, me embriago
Desejos que gritam, meu amor, cadê?
Sinto tão perto, mas de mim distante
Meu olhar em ti, se perde a toda hora
Teu olhar se esconde a todo instante
Desejos insanos, meu amor, cadê?
Na eternidade desse momento, paraliso
No silêncio desta noite, me abrigo
Na inquietude desse olhar, hipnotizo
Desejos que murmuram, meu amor, cadê?
Coração não te ausentes justo agora
Veja a lua, que linda está lá fora
Ausência não me machuque, até você!
Desejos da alma, meu amor, cadê?
 
Vera
 
  Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz.
Felicidades...


Nenhum comentário:

Postar um comentário