domingo, 17 de novembro de 2013

Portas do coração...


As minhas portas estavam abertas
Porque não quiseste entrar
e regar o jardim que é teu?
Minhas flores sem teu amor morre...
E o vento fecha devagar a porta da minha alma
Vento não feche ainda a porta da minha alma
Talvez meu amado ainda entre
Se não vieres amado meu...
Preencher o vazio que deixaste
A porta fechará.
E talvez não mais tomarás posse
do meu corpo e da minha alma
Porque do coração
Por pouco...
Ainda tens ele nas mãos
Então cuida com carinho
D'aquilo que ainda é teu...
 
Maria Luz
Hoje, Ame Intensamente e Seja muito Feliz.
Felicidades...


Nenhum comentário:

Postar um comentário