sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Abraços.


Um dia eu descobri
que se soubesse que já gostava dele,
teria feito tudo diferente. 
 Teria compartilhado
 quando só eu recebia.
 Teria deixado meus olhos
 brilharem pra ele...
 Eu que tinha nele
 a certeza de um abrigo de paz,
 de um abraço acolhedor,
 tive depois um olhar ferido
 e acusador em minha direção.
Ele que me quis 
quando eu não o queria,
 eu que o quero
quando já não me quer.
 Seguimos assim:
desencontrados...

 Marla de Queiroz

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário