domingo, 8 de setembro de 2013

Que seja azul...


Eu quero
 qualquer coisa mágica, 
qualquer coisa azul,
 qualquer forma de ser feliz. 
Não quero acordar cedo,
 quero prolongar o sonho 
mesmo que a história seja trágica.
 Não quero sonhos falsos, 
Não quero destino já traçado, 
Não quero uma vida básica. 
Não quero restos ou pedaços
 Não quero olhar o relógio,
 Não quero um tempo sádico.
 Quero valer um mar azul
 uma estrela na varinha de condão...

 Sônia Schmorantz 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário