sábado, 21 de setembro de 2013

Nossas vozes...



Nas esquinas do outono
 meu coração tem ritmos imprecisos
 como se a paisagem dos desalentos
 furtassem o estio
 Suas estações conservam,
 a face do tempo sem disfarces
 que se doam nas rubras manhãs
 das primaveras sem cor
 Cuidarei para que teu sorriso
 permeie e intercale nossas vozes,
num silêncio absoluto
 onde nada terá em mim,
 o que não sintas em ti...

 Alvorada

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

2 comentários: