sábado, 21 de setembro de 2013

Lembranças.



Nestas horas,
 quando a noite cai, 
fico a lembrar dos momentos, 
que vivo a teu lado;
 uns, onde a esperança transborda,
 outros, onde me vejo só, 
em isolamento...
 Quando é a esperança
 que habita meu pensamento,
 pareço um beija-flor que suga,
 o néctar do amor...
 Quando é o isolamento(solidão em verdade)
 nestes instantes,
 sou um pássaro ferido, 
que tenta encontrar um ninho,
 que tenta cruzar o infinito,
 que acredita,ainda,
 poder voar...

 Regina Azenha

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário