quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Ao nosso encontro...



É que as almas,
 como as estrelas,
 são feitas em pares,
 pra brilhar,
 se atrair,
 encaixar ... 
mas, ao surgir se espalham!
 E no céu noturno,
 as estrelas cintilam,
 procurando seus pares,
 As almas...
 Ah, as almas sorriem,
 namoram,
 cativam,
 se abraçam,
 procurando sua cara-metade...
 Abraçar meu bem,
 é o encaixe silencioso de duas almas. 
Tem abraço que gruda, 
que encaixa e prende,
 tem abraços que logo se soltam,
 se afastam e assim,
 a gente aprende:
 viver é um procurar de coisas,
 que para o encontro,
 do amor depende...

 Silvio

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário