sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Ao nosso amanhã.


Tua voz chegou,
 Acariciou-me por inteira,
 Falando bobagens ao ouvido...
 Senti-me prisioneira!
 Uma vastidão de desejos
 Nos alucina e brilha
 Na noite de lua cheia...
 Cúmplices entre colchas de linha,
 Somente o desejo
 Da pele permeando meus versos.
 Dessa doçura sem igual 
Fabricando o mel.
 Eu atravesso
 Como se não existisse o amanhã.
 Amamo-nos por inteiro, 
Renascemos e acalmamos
 Os nossos desejos...

 Graciela da Cunha 

 Hoje, Ame Intensamente e Seja muito Feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário