sábado, 27 de julho de 2013

Um dia...


Todos vão esquecer
 que um dia eu existi
 não vão crer nos sonhos que vivi
 não vão lembrar dos versos que escrevi
 nem os ideais que segui.

 Restará apenas
 infinitas poesias
 descrevendo sonhos
 e melancolias falando de vida,
 de pulsação e energia
 de um sol no peito chamado magia.

 E ninguém
 do meu pranto vai lembrar
 nem mesmo da dor que a sangrar
 transbordou em versos
 que tentou amenizar
 os sonhos desfeitos que quis realizar.

 Serei apenas poesia
 esquecida já sem vida
 imagem oculta adormecida
 sem despertar mais saudade.

 Serei apenas versos
 que um dia
 em tua vida
 já foi realidade.

 Soninha Nunes 

 Hoje, Ame Intensamente e Seja muito Feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário