terça-feira, 30 de abril de 2013

Teu retrato.

 

Foi quase sem querer,
Ao surgir subitamente, quanta alegria,
 neste peito triste,
Meu coração se tornou um alegre querer.
 
Foram noites e noites sem fim,
Lhe dediquei pensamentos felizes
e horas encantadas frente ao teu retrato
querendo lhe ver.
 
Por onde andará minha princesa,
Nossos caminhos se perderam no tempo,
Olhos cansados e lagrimas retidas
Tanto querer, ficou um lamento.
 
Lábios em festa corações saltitantes,
Me mostrou felicidades e acenou com talvez,
Agora sigo meus passos em meio aos meus sonhos,
Quem sabe lhe encontre e viva outra vez.
 
Alvorada
 
Hoje, Ame Intensamente e Seja muito Feliz.
Felicidades...


Nenhum comentário:

Postar um comentário