sábado, 29 de outubro de 2011

Palco.


 A vida é um palco

Fecham-se as cortinas do palco,
Mais um ato no momento final,
Entre risos, lágrimas e percalços,
Atuamos de maneira magistral.

Logo um novo espetáculo se inicia,
O show vai briosamente continuar,
Para declamarmos com galhardia
Ode à vida, os sonhos concretizar.

A vida é um palco, às vezes cruel,
O importante é manter a confiança,
Desempenhar bem nosso papel.

Um outro ato pede passagem,
Representemo-lo com esperança,
No rubro-vigor de nossa coragem.


Elias Akhenaton


Ame e Seja Feliz.


Felicidades...

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Vinte anos...



'Soneto dos Vinte Anos'


Que o tempo passe, vendo-me ficar
no lugar em que estou, sentindo a vida
nascer em mim, sempre desconhecida
de mim, que a procurei sem a encontrar.

Passem rios, estrelas, que o passar
é ficar sempre, mesmo se é esquecida
a dor de ao vento vê-los na descida
para a morte sem fim que os quer tragar.

Que eu mesmo, sendo humano, também passe
mas que não morra nunca este momento
em que eu me fiz de amor e de ventura.

Fez-me a vida talvez para que amasse
e eu a fiz, entre o sonho e o pensamento,
trazendo a aurora para a noite escura


Lêdo Ivo


Ame intensamente e Seja feliz.

Felicidades...

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Carretel no tempo.




Numa gaveta de imortal costura
Sonhava um morto carretel sem linha.
Nisso, uma fada costureira e alvura
Fê-lo acordar e foi morrer sozinha.
O carretel rodou mundos de panos
Em busca de seus fios de alva memória —
Viu bordados de reis, trapos de enganos,
Enforcados desenhos, nós de história.
Só viu, só desejou; reaver, quem dera!
E esqueceu que voltar ainda era dia.
Enquanto isso era eterno, à sua espera,
Na gaveta um fantasma retecia,
Com derradeira traição fiel,
A orfandade dos fios sem carretel...


Homero Frei


Ame intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

domingo, 23 de outubro de 2011

Quando o amor.


Quando amor se faz...

Se te comparo a um dia de verão
És por certo mais belo e mais ameno
O vento espalha as folhas pelo chão
E o tempo do verão é bem pequeno
Às vezes brilha o Sol em demasia
Outras vezes desmaia com frieza
O que é belo declina num só dia
Na terna mutação da natureza
Mas em ti o verão será eterno
E a beleza que tens não perderás
Nem chegarás da morte ao triste inverno
Nestas linhas com o tempo crescerás
E enquanto nesta terra houver um ser
Meus versos vivos te farão viver.

_William Shakespeare_

Ame Intensamente e Seja Feliz.


Felicidades...

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Olhares...


“Olhar”


Calado, quieto,
parado,
disparo o meu olhar
incandescente;
ultrapasso pontes,
pontos, linhas,
planos e horizontes;
penetro no infinito
incendiado
de azul e
inacabado
fogo,
pleno, perplexo,
perfeito cenário.
.
Clóvis Campêlo



Ame sempre e Seja Feliz.

Felicidades...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Coração ardente.





No coração ardente um ponto de interrogação

Três chamas bem acesas
Iluminavam a beleza da mesa.
Mas eram os seus olhos que me queimava.
A emoção de tão forte adocicava.

De onde vinha aquele poder que emanava fogo.
O coração fazia prece em rogo.
Para não se queimar com tanta sedução.
Cuidando para não deixar sofrer o coração.

O medo e a ilusão misturavam numa agonia.
Os olhos em chamas mais brilhantes, meu coração ardia!
Resolvi declamar uma ardente poesia.
Para declarar o que o coração sentia!

A grande energia
Produziu magia.
A poesia fez no pensamento reflexão;
Deixou no coração ponto de interrogação.

E um calor meigo suave
Soou como canto de ave.
Doce aventura de amor reconhecido.
Corações batiam apressados!

Hortência Lopes.


Ame Intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011




“É TARDE, É MUITO TARDE”


Todas as horas se
resumem num minuto.
Os pés me ficam juntos,
conciliados.
Todos os meus caminhos
se encontram em um só.
E eu fico nu de tempo,
nu de espaço.

Fico sendo eu, só eu.

Então aceito a hora,
a única entre todas
no mundo coletivo
que só seria minha.
Terrivelmente minha.
Mais que a de haver nascido.
Mais que a do amor.

Atravesso o horizonte
dos meus pés com a terra.
A minha própria noite.
O meu auto-retrato.

Fico sendo eu, só eu.
Vejam bem que sou eu.
Mas agora já é tarde.


Ame e Seja Feliz.

Felicidades...

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Ao longe.


É preciso que venha de longe
do vento mais antigo
ou da morte
é preciso que venha impreciso
inesperado como a rosa
ou como o riso
o poema inecessário.

É preciso que ferido de amor
entre pombos
ou nas mansas colinas
que o ódio afaga
ele venha
sob o látego da insônia
morto e preservado.

E então desperta
para o rito da forma
lúcida
tranqüila:
senhor do duplo reino
coroado
de sóis e luas.


Dora Ferreira da Silva


Sejas Feliz.

Felicidades...

domingo, 16 de outubro de 2011

Chegadas


Chegar... Partir...

Tudo no seu tempo...
Chegar... nascer,alegrar,encantar
Crescer,desenvolver,aprender,ensinar.

Sofrer, chorar, sorrir, amar
Cumprir a missão,bonificação
Criar condição, de criação, eternizar

Partir,é poder ir em Paz,
Pra nova vida, temida,esperada,
Chegar e começar nova jornada

Tudo no seu tempo...
Lágrimas... esperança, recomeço
Chegar... partir, poder voltar

Quantas vidas for preciso
Cada uma com sentido devido.
Ser compreendido ,amar,amar

Vida curta, longa ou vida breve
Que possa enaltecer,entender
Tudo no seu tempo... me leve.

O espírito aperfeiçoar
Na eterna despedida de viver,
Chegar... partir...renascer...

Tudo no seu tempo...

Marisa de Medeiros



Seja feliz. Ame Intensamente.

Felicidades....

Sonhos...


Sonhos alados,
Recados de amor à luz do luar.
Uma estrela assanhada pra entregar.
Noite mesclada pra enfeitiçar.
Quebra cabeça de letras,
Piruetas de palavras,
Chuvas de amor e alegria,
Tempestade de magia,
Sensação demasiada,
Puro êxtase... Emoção...
Bate forte o coração...
De amor está perdido
Muito cuidado!Frágil!
Coração apaixonado.
Ache-o... é seu...

Marisa de Medeiros



Seja feliz. Ame Intensamente.

Felicidades....

sábado, 15 de outubro de 2011

Flores...


Conhece-se a beleza dádiva dos deuses por aquilo que
ela produz na alma dos homens.
Quem é possuído por ela entra em êxtase:
cessa o riso, cessa o choro, o pensamento para,
a fala emudece.
É mística.
A alma está tomada pela felicidade
da tranquilidade absoluta.
Era assim que se sentia o Criador ao contemplar,
ao final de cada dia de trabalho,
o resultado da sua obra:
"Está muito bom!
Do jeito que deveria ser!
Nada há de ser modificado!
Amém!"

Rubem Alves
"Um céu numa flor silvestre"



Seja feliz. Ame Intensamente.

Felicidades....

Sentimentos...



GOTA D’ÁGUA

Olha a paisagem que enlevado estudo!...
Olha este céu no centro! olha esta mata
E este horizonte ao lado! olha este rudo
Aspecto da montanha e da cascata!...

E o teu perfil aqui sereno e mudo!
Todo este quadro que a alma me arrebata,
Todo o infinito que nos cerca, tudo!
D'água esta gota ao mínimo retrata!...

Chega-te mais! Deixa lá fora o mundo!
Vê o firmamento sobre nós baixando;
Vê de que luz suavíssima me inundo!...

Vai teus braços, aos meus, entrelaçando,
Beija-me assim! vê deste azul no fundo,
Os nossos olhos mudos nos olhando!...


Emílio de Menezes


Hoje, Ame e Seja Feliz.


Felicidades...

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Sabedoria e sonhos.




Sonho

"Sonhei ter sonhado
Que havia sonhado.

Em sonho lembrei-me
De um sonho passado:
O de ter sonhado
Que estava sonhando.

Sonhei ter sonhado...
Ter sonhado o que?
Que havia sonhado
Estar com você.
Estar? Ter estado,
Que é tempo passado.

Um sonho presente
Um dia sonhei.
Chorei de repente,
Pois vi, despertado,
Que tinha sonhado."


Manuel Bandeira


Ame Intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Quando o Amor...


Quando amor se faz...

As estrelas se amam,
A Lua Cheia declama,
Um poema de Paz.

O Sol frio se aquece,
Iluminando esquece,
Que já anoiteceu.

O mar bravio se acalma,
Parece que a calma,
Revigora a alma.

No jardim suas flores,
Com perfumes e cores,
Desfila amores.

No coração dos casais,
Juras de amor se misturam,
Com sussurros e ais.

O mundo mais colorido,
Onde tudo é capaz,
Quando o amor se faz...


Marisa de Medeiros


Ame intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Apaixonar-se...



Apaixone-se...

Apaixone-se definitivamente pelo SEU sonho.
(o sonho de ninguém deve ser mais apaixonante que o seu)
Apaixone-se por sua família.
(mesmo que ela não seja do jeito que você planejou, ainda assim, ela é a sua família)
Apaixone-se pelo SEU talento.
(mesmo que seu crítico insista para você escolher realizar outras coisas, mais "convenientes"
Apaixone-se mais pela viagem do que pela chegada a seu destino.
(a primeira é garantida ...)
Apaixone-se pelo SEU corpo.
(mesmo que ele esteja fora de forma, pois de "qualquer forma" ele é a única casa que você realmente possui)

Desapaixone-se de seus medos... eles minam sua alegria de viver.

Apaixone-se pelas suas memórias mais deliciosas.
(ninguém pode tirá-las de dentro de você e elas são excelentes fontes de inspiração em momentos de dor)
Apaixone-se por aquelas besteiras saudáveis que passam por sua mente entre um e outro momento de estresse.
(elas ajudam a sobreviver!)
Apaixone-se pelo sol.
(ele é fiel, gratuito, absolutamente disponível e dá prazer)


Hoje, Ame Intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

Pingos Cintilantes



Chovia...

Pingos de diamantes,
Cintilando caminhos,
Preenchendo vazios,
Expulsando espinhos.

Vestido de Sol, aquecia
O frio da estação.
Cantarolava uma canção,
Explodia Paz, inspiração.

Injetava faíscas de vida,
Nas desditas imprevistas,
Fazia tapetes de estrelas,
Trazia a Lua faceira.

Na boca, o mel de abelha,
Nas mãos, rosas vermelhas,
No olhar, a imensidão do mar,
No corpo o próprio amar.

O coração, uma centelha.
Para nunca esquecer,
Com beleza e esplendor,
Chovia amor... Pra você.


Marisa de Medeiros


Ame Intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Ternuras.



Você é linda igual a uma flor
Como uma manhã de primavera
Me faz perder a razão me desespera
Quase até me faz morrer de amor

Tens em teu sorriso a ternura
De um singelo afago no peito
E no andar simples e sem jeito
A exuberância com muita doçura

E esta beleza de teu olhar
È como a brisa da beira mar
Me cativa mesmo se eu não quiser

Pois me perco em tua beleza divina
Meiga e linda doce menina
Doce menina mas quase mulher

(Marcos Mauri Moron)


Ame Intensamente e Seja feliz.

Felicidades...

Amor meu.




Maior amor nem mais estranho existe
Que o meu, que não sossega a coisa amada
E quando a sente alegre, fica triste
E se a vê descontente, dá risada.

E que só fica em paz se lhe resiste
O amado coração, e que se agrada
Mais da eterna aventura em que persiste
Que de uma vida mal aventurada.

Louco amor meu, que quando toca, fere
E quando fere vibra, mas prefere
Ferir a fenecer - e vive a esmo

Fiel à sua lei de cada instante
Desassombrado, doido, delirante
Numa paixão de tudo e de si mesmo.

(Vinicius de Moraes)


Ame e Seja Feliz.

Felicidades...

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Rasgado.

As borboletas não são azuis nem o céu é cinzento.
Eu, gaivota que não tenho pouso certo,
Que rasgo o ar em busca de novos céus,
Que me arremesso contra oceanos em troca de alimento,
Sublimo as verdades absolutas,
Afirmo que a liberdade é invisível,
Só a chuva tem cheiro
Todo amor é um universo de sombras e arde!
Mas nem todo amor é vida que pulsa,
Nem toda vida que pulsa é vida
Mas toda vida é curta para ser pequena
E morna.

Adriana Monteiro de Barros


Ame e Seja feliz.

Felicidades...

Almas e Sentimentos.




As almas que pensam são raras e formam uma exceção de elite, cuja felicidade consiste na pesquisa pura da Verdade e no desinteresse pelas paixões grosseiras e pelas vaidades do "mundo.
O sentimento religioso existe no fundo dessa indagação da Verdade.Mas Deus pressentido pelo Pensamento é um Ser transcendente, sublime e inidentificável, tão acima da nossa faculdade de compreensão quanto o infinito está acima do finito. O homem inventou um deus antropomorfo.

Mon Dieu n'est pas le tien et je m'en glorifie,J'en adore un plus grand que tu ne comprends pas!"

[...]Começamos a reconhecer o erro das aparências. E' tempo de nos ocuparmos com a realidade. E' a nova era da Ciência que se abre agora ante nosso horizonte agrandado. Vimos de nascer à alvorada de um novo dia. Abramos nossas asas. Voemos na luz e no infinito!


Camille Flammarion
Excerto de 'Estela'


Ame intensamente e Seja feliz.

Felicidades...

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Chora Coração...



Insensato Coração

Aos poucos compreendi,
foi insensatez sua atitude,
o estrago causado perdura
ainda hoje pela estupidez.

Ah, pobre coração descuidado,
agiu sem refletir, foi estouvado
entrando em mar revolto,
levou-se pela ilusão, inatenção...

Ah, coração, hoje sangra de dor,
sua precipitação e timidez,
não levar a sério um grande amor
é razão, chave desse castigo.

Chora coração, chora, chora
por não mais saber sorrir,
chora pois hoje é sua sina
pela inconseqüência no agir.

Já não existe perdão, é tarde
porque o tempo passou, você
não acordou, alguém que muito
amou partiu já não volta mais.

Marta Peres


Ame e Seja feliz.

Felicidades...

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Perdas...




A arte de perder não é nenhum mistério;
tantas coisas contêm em si o acidente
de perdê-las, que perder não é nada sério.

Perca um pouquinho a cada dia. Aceite, austero,
a chave perdida, a hora gasta bestamente.
A arte de perder não é nenhum mistério.

Depois perca mais rápido, com mais critério:
lugares, nomes, a escala subseqüente
da viagem não feita. Nada disso é sério.

Perdi o relógio de mamãe. Ah! E nem quero
lembrar a perda de três casas excelentes.
A arte de perder não é nenhum mistério.

Perdi duas cidades lindas. E um império
que era meu, dois rios, e mais um continente.
tenho saudade deles. Mas não é nada sério.

— Mesmo perder você (a voz, o riso etéreo
que eu amo) não muda nada. Pois é evidente
que a arte de perder não chega a ser mistério
por muito que pareça (Escreve!) muito sério.

Elizabeth Bishop

Ame Intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

Nosso Olhar.



NOS OLHAMOS...

É ATRAVÉS DO OLHAR QUE
ENXERGAMOS O CORAÇÃO
O OLHAR É A JANELA DA ALMA
O OLHAR É UM CONVITE
PARA O AMOR

ATRAVÉS DO PRIMEIRO OLHAR
NASCE UM GRANDE AMOR
UM AMOR QUE ALUCINA
UM AMOR QUE NOS FACINA

UM AMOR QUE DEIXA O
OLHAR VESGO,
VESGO DE PAIXÃO
VESGO DE EMOÇÃO E
OUTRAS COISAS MAIS...

O OLHAR PENETRA A ALMA
É SEDUÇÃO, É DESEJO,
É COMUNICAÇÃO ENTRE O
CORPO E A RAZÃO.


Ame, Seja Feliz.

Felicidades...

Beijos...



Um Beijo


Foste o beijo melhor da minha vida,
Ou talvez o pior...Glória e tormento,
Contigo à luz subi do firmamento,
Contigo fui pela infernal descida!
Morreste, e o meu desejo não te olvida:
Queimas-me o sangue, enches-me o pensamento,
E do teu gosto amargo me alimento,
E rolo-te na boca malferida.

Beijo extremo, meu prêmio e meu castigo,
Batismo e extrema-unção, naquele instante
Por que, feliz, eu não morri contigo?

Sinto-te o ardor, e o crepitar te escuto,
Beijo divino! e anseio, delirante,
Na perpétua saudade de um minuto...

Olavo Bilac


Ame Intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Tempo Amigo.





EXPLICAÇÃO DA ETERNIDADE

devagar, o tempo transforma tudo em tempo.
o ódio transforma-se em tempo, o amor
transforma-se em tempo, a dor transforma-se
em tempo.

os assuntos que julgávamos mais profundos,
mais impossíveis, mais permanentes e imutáveis,
transformam-se devagar em tempo.

por si só, o tempo não é nada.
e idade de nada é nada.
a eternidade não existe.
no entanto, a eternidade existe.

os instantes dos teus olhos parados sobre mim eram eternos.
os instantes do teu sorriso eram eternos.
os instantes do teu corpo de luz eram eternos.

foste eterna até ao fim.



José Luis Peixoto; "Explicação da eternidade", O Amor é a Solidão, in A casa a Escuridão, pág 66


Sorria Sempre e Seja Feliz.

Felicidades...

Sonhos e gostos.



ALQUIMIA

Caminhavam, lado a lado...
Eram estátuas,
e as mãos, cristais,
desfazendo ao toque, salgando a areia.
Um sol vermelho tingia os barcos,
incendiava o horizonte da memória.
e na praia um deserto, quase anoitecer.
Caminhavam, lado a lado...
Seriam corpos,
desejosos do amor,
ou apenas versos,
na concha de um rochedo?

Respondeu o vento,
soprando de longe o cheiro das casas.


Helena Figueiredo


Ame intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Vasos e Sonhos.



Vaso com ternura.

Nascido de um sonho, queria ganhar distâncias,
Parecia que os dedos invisíveis quase perdia suas forças,
Queria gritar, me fazer presente,
Aqueles dedos no entanto pareciam divagar.

Passado o momento de cria, me dei por satisfeito,
Porém ainda mais teria que passar,
Torrado em momentos brandos, como minhas lembranças,
Pude finalmente para a Vida me lançar.

Hoje que me acalentas em teus braços,
não me esqueça num canto qualquer,
Quero sorrisos largos e faceiros, reunidos,
Ao me verem em teus cantinhos secretos, decorar.

Alvorada


Ame intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...

Chove Chuva.


Chove.
E a infância, tímida,
saudadezinha contida,
teima em querer voltar.
Aqueles dias se foram,
aqueles dias felizes
e a criança também...
Já não corro mais na chuva,
nem solto na corredeira
meus barquinhos de papel.
Tão distante, aquele tempo...
Quem sabe, amanhã, talvez,
eu saia descalço na chuva,
peito nu, a festejar
saudade da minha infância...


Luiz Carlos Amorim


Hoje, Seja Feliz, Ame Intensamente.

Felicidades...

sábado, 1 de outubro de 2011

Palavras e Palavras...



Palavras


Palavras são pássaros que pousam
nas páginas que alguém lê
Palavras são bálsamos que curam
a dor que alguém sente.
Palavras são flores que perfumam
São cores que alucinam.

Mas muitas vezes
palavras são flechas
que ferem sem dó.
São fogos que queimam
deixando corações em pó.

Palavras às vezes são
palavras que não deveriam ter sido.



Lou Witt



Em teu Lar e Coração, Paz e Harmonia.

Felicidades...

Hoje, Nossos Segredos.




Segredos do baú dourado

Segredos,
Eu os trago num pequeno baú dourado
Bem guardados
Para que não sejam propalados

Que não sejam adúlteros os meus lábios
Em pronunciá-los
Que não se precipitem os meus olhos
A publicá-los

Segredos,
Eu os sei inteiros
Tão obsoletos quanta a campânula
Em que os vejo presos

É na tinta brilhante que escorre da caneta
Que lanço sobre a folha alva
Em dose incerta
Vestígios dos meus segredos

Mexo e remexo o baú dourado
Na salivante expectativa de que eles despertem
E com um desejo de voar intensificado
Adquiram asas e, voando, se desintegrem

Ou então, que saiam pela porta entreaberta
Sigam rumo à vida ( ou ao que restou dela)
Talvez, transfigurados em borboletas coloridas
Que voam sem amarras, sem o olhar da sentinela


Úrsula Maia


Hoje, Ame Intensamente e Seja Feliz.

Felicidades...