segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Sopro de amor...


No ar, uma esperança solta,
 um gargalhar criança 
 um sopro de amor
 flautando a vida
 uma brisa faceira outonando o novo dia.
 Na imagem, um inverno de anseios
 uma lareira, chá sobre a mesa
 e no carinho que trepida,
 há labaredas acesas…
 Há um olhar de céu, azul de estrelas pulsantes
 uma primavera de sonhos verdejantes
 [uma voz, alegria absurda]
 que acompanha a descida
 de um riacho cantante. 

 Sonia R. 

Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades..

Minha solidão...


Ah, ondas que me invadem
 a praia de minha emoção,
 lembranças puras de paixão,
 ícones da minha solidão, 
lágrimas que se evadem.
 Ó mar profundo e silente,
levai nas ondas a saudade,
 levai depressa, não tardes livrai-me
 pois desta herdade de dor,
 que o peito ora sente.
  Ó tu, barca das ilusões, navegai
 e levai em teu bojo os restos do meu despojo,
 as dores sentidas,
 o nojo, do féretro de meu coração.

 Jorge Linhaça

Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades.